sábado, 26 de novembro de 2016

O "Tempo" faz parte da matrix holográfica de controle...




Quando falamos “o tempo não existe...” é porque realmente não existe, existe como uma configuração de controle colocada em cima de nos, uma armação energética holográfica com tecnologias sofisticadas, mas com efeitos de controle e limite. Esta energia quântica funciona como uma caixa invisível, na qual entramos e ficamos automaticamente presos a referencias fixas. Falo isto porque já tive a experiência de sair do planeta, dentro de uma nave luminosa dos “Eternos”, consciente dentro de um corpo mais sutil, ver no blog http://contatoextraterrestre.blogspot.com.br/2009/10/contato-extraterrestre-no-panama-ano.html , quando estava com eles o “tempo” não passava, atuávamos diretamente no “aqui e agora” sem achar nem pensar em “passado” e “futuro”. Com as referencias que encontramos na Terra poderia dizer que estive com “eles” meses dentro de aquela nave e meu aspecto era de um ser humano com não mais de 22 anos e totalmente cheio de energia e conhecimento. Esta energia que foi colocada na Terra não somente impede nossa liberdade, ela também deteriora nossos corpos e acaba com eles, isto nos leva a outra armadilha muito bem preparada; a reencarnação compulsória na Terra. A Roda de Samsara segundo os Tibetanos, interminável ate ter a iluminação, se não  continua girando...O que é isto ao final? Onde estamos? Este processo na Terra não somente nos desgasta em corto espaço de “tempo”, mas também apaga nossas memórias, vivemos uma quantidade irrisória de anos o que faz quase impossível cumprir com os nossos objetivos superiores. Somos seres cósmicos, divinos, com arquitetura energética o que nos permite acesso a muitos planos ou campos de realidades diferentes, somos seres eternos em nossa realidade divina. O despertar nos traz compreensão de muitas coisas. Esta compreensão deve estar acompanhada de misericórdia e compaixão amorosa. Estamos simplesmente voltando a “ser seres cósmicos divinos” , recuperando nosso DNA entre muitas outras coisas...