sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Contato inter estelar...


Faz já alguns anos, morava eu no Panamá e trabalhava como analista de sistemas e programador (linguagem C). Morava um pouco retirado do centro e na época tinha um carrinho que ficava mais na oficina que na estrada. Num dia desses, meu carro estava em conserto, e eu desci caminhando ate a parada do ônibus, enquanto caminhava, um vizinho que descia em uma 4x4 do ano, turbinada, parou e me ofereceu carona, (coisa rara, mas admiti que se tratasse do carro novo que ele fazia questão de me mostrar). Subi no carro e ele, logo de um papo informal, me falou: Você sabe vizinho, que o chinês do mercadinho ficou maluco!! Como assim exclamei, conhecia o chinês do mercadinho e não era o tipo de ficar maluco e para mim não era “o chinês” era o Ramon, (nome latino que eles mesmos se colocam), coitado!!, Exclamei , dando prosseguimento a conversa, sim ele falou, ele alega que foi levado por extraterrestres!! Quase dei um pulo na poltrona, ninguém sabia no bairro, nem os vizinhos, que eu tinha tido já um contato com ETs e que tinha sido levado em uma nave e que tinha o Projeto Águia Dourada, menos ainda que participasse em congressos internacionais falando sobre o tema. Meu vizinho soltou uma gargalhada e continuo; pois é, ele está totalmente maluco, é , falei confirmando a ignorância de meu vizinho, mesmo porque sentia que ele não era o tipo de pensar em um fato desses de outra forma.
A tarde, quando voltei de meu trabalho, o primeiro que fiz foi caminhar em direção ao mercadinho, sabia que alguma coisa tinha acontecido. Entrei e perguntei pelo Ramon, uma moça também chinesa, chamou ele e fez uma brincadeira, falou; Ramon tem um jornalista para te entrevistar, eu logo falei; não , não sou jornalista!! Ramon estava sentado em uma caixa de madeira acomodando algumas latas em uma prateleira, parecia chateado e sem vontade de conversar. Olhou para mim de forma desgostosa mostrando que não queria falar com ninguém, mesmo assim falei: OI Ramon, fiquei sabendo que fostes levado por uma nave extraterrestre, ele olhou novamente e ficou calado, eu continuei falando; pois é , tu sabes que eu acredito totalmente em isso!! Ele parou o que estava fazendo e um sorriso amplo se desenhou no seu rosto; O senhor acredita mesmo? Perguntou, totalmente; respondi, ele pegou outra caixa que estava perto e me ofereceu para sentar, vou Le contar tudo falou com energia e entusiasmo... Ele me contou que morava em uma casa simples com a mulher e 4 filhos pequenos, eram mais o menos as 11 da noite e escutou um barulho no telhado, pensou que alguém estava tentando entrar na casa, pegou um bate de beisebol e colocou uns tênis com os quais praticava artes marciais , saiu da casa e subiu no muro para olhar no telhado, acho estranho porque o telhado estava iluminado, tirou os tênis e subiu no telhado segurando os tênis na mão, olhou para cima e tinha um gigantesco veiculo estacionado no ar , bem encima da casa, pensou que eram os americanos das bases que tinha na zona do canal na época, de repente o foco de luz se mexeu e foi diretamente encima dele, ele começou a ser levado para cima. Diz que começou a rezar para todos os santos conhecidos, ate que entrou no que era uma nave extraterrestre, totalmente iluminada, tinha 3 seres com roupas brilhantes, pareciam seres humanos, so que eram mais bonitos, um pouquinho mais altos, falaram para ele não ter medo, que eles era seus irmãos, ele não entendeu e perguntou se eles eram anjos, eles explicaram que não , que eles vinham de outro lugar do universo... Ramon falou ate que fecharam o mercadinho e eu levei ele para a minha casa para continuar falando... Finalmente ele me contou que eles falaram que ninguém ia acreditar em ele, que somente uma pessoa ia acreditar e que essa pessoa ia ajudar ele, a essas alturas perguntei; E mais alguém já acreditou em ti: Não, ele exclamou; Você é o primeiro!! Então falei que eu ia ajudar ele, que tinha que se preparar para um 2º contato, ele comentou também que acordou na cama do lado da mulher dele o que fez ele pensar que tinha sido um sonho, mas lembrou que eles tinham falado que ia ter uma prova da realidade do contato, lembrou dos tênis que tinha tirado no telhado, efetivamente , os tênis estavam no meio do telhado, me contou também que a mulher e as crianças ficaram com dor de barriga durante 3 dias ‘sem motivo aparente’ , ele comentou sobre a historia da Terra e as mudanças que o planeta estaria vivendo... Ramon, um chinês, um grande amigo, uma grande experiência...